Como abrir um Cabeleireiro em Portugal

Blog / Cosmética, Estética e Cabeleireiros / Como abrir um Cabeleireiro em Portugal
Como abrir um Cabeleireiro em Portugal

É cabeleireiro(a) e gostaria de abrir o seu próprio salão de beleza? Conheça os 8 passos essenciais que reunimos para ajudá-lo(a) em todo o processo.

Cada vez mais existem pessoas a formarem-se na área da estética e beleza, devido ao gosto, aptidão e à elevada procura por este tipo de serviços, nomeadamente cabeleireiros.

Apesar dos fatores socioeconómicos, como as crises financeiras impactarem negativamente a procura por este tipo de serviços, continua a ser um dos melhores projetos a investir, devido aos seus custos relativamente baixos e ao reduzido tempo de espera por licenças, quando comparados com outro tipo de negócios.

Passo a passo para abrir um cabeleireiro em Portugal

1. Faça um estudo do mercado em que vai operar

Desta forma irá perceber qual será o público-alvo a impactar, quais as suas necessidades e características. É também importante estudar a concorrência e as tendências no setor;

2. Escolha a área de negócio e os serviços que pretende oferecer

Um cabeleireiro, nos dias de hoje, deve ser muito mais do que um estabelecimento para tratamento do cabelo. Um salão de beleza deve garantir toda uma experiência envolvente, através de serviços especializados e personalizados. Tendo isto em conta, deve escolher quais os serviços que pretende disponibilizar aos seus clientes, entre os quais:

  • Cuidado e corte de cabelo, desde serviços de pintura (madeixas , luzes, pintura, balayage, californianas), hidratação, alisamento, permanente, corte de cabelo e entre outros.

  • Manicure e/ou Pedicure, com serviços de unhas de gel, verniz gel, verniz normal e outros cuidados.

  • Serviços estéticos, como dermoestética facial e corporal, depilação a laser e a cêra, maquilhagem, entre outros.

  • Serviços de SPA com áreas de massagem e hidroterapia.

  • Serviços Unisexo, em que, no mesmo espaço, são realizados tratamentos personalizados e exclusivos, quer para o género feminino como masculino, criando dois ambientes no mesmo negócio;

3. Construa um plano de negócios e de marketing completo

Descreva todo o seu conceito de negócio, os serviços a oferecer, o público-alvo, assim como uma previsão de rentabilidade financeira e a estratégia de comunicação / marketing.

Existem ferramentas de análise bastante relevantes que pode recorrer, como a análise SWOT e PEST, Triângulo de Ouro, Matriz de posicionamento, Marketing-mix, entre outras, que lhe permitem, a priori, poder ver os diferentes cenários e as soluções;

4. Escolha a localização e o espaço do seu cabeleireiro com base no plano de negócios que construiu

Para isso, deve considerar onde está presente o público que pretende impactar, as condições de acessibilidade do espaço, como a existência de estacionamento próximo, assim como a compatibilidade com todos os serviços que pretende disponibilizar.

Visto que se trata de um espaço de beleza e de cuidado pessoal, deve haver uma preocupação extra com o ambiente do espaço, para que os clientes se sintam bem com o espaço envolvente a todo o serviço, isto é, com a luz, ventilação, som ambiente e mobiliário.

5. Faça uma análise financeira

Este é um passo importante para prever qual o investimento necessário para a criação do negócio, que depende diretamente do tipo de serviço, clientes e da localização do espaço.

Nesse orçamento, deve incluir todos os custos que terá, quer os fixos como os variáveis ao longo do processo, de forma a poder perceber se necessitará de recorrer a algumas fontes de financiamento.

Exemplos de alguns investimentos iniciais:

Mensalmente deve considerar alguns custos fixos, entre os quais os salários dos colaboradores, renda do espaço, despesas de água, luz, internet, telefone, produtos, pagamento de empréstimo ou outras fontes de financiamento que tenha contraído, serviços e softwares de contabilidade e faturação, assim como em meios e canais de comunicação e marketing.

6. Abra a sua empresa

Presencialmente ou online, em nome individual ou coletivo. Adquirir um franchising de cabeleireiro também é uma possibilidade a considerar, visto que pode aceder a um conceito de negócio bem definido, assim como experiência e um posicionamento elevado neste setor, que facilitam imenso numa fase de lançamento.

Inicie a sua atividade económica, procedendo ao pagamento de todos os impostos e seguros necessários para a sua atividade. Para abrir atividade deve considerar o Código da atividade económica para o seu tipo de negócio, que neste caso é o CAE 96021, que inclui os salões de Cabeleireiro ou Barbearias, cujas atividades principais são o corte, lavagem, penteados, pintura, alisamentos, permanentes, e outras atividades similares relacionadas com o cabelo e o corte da barba.

Adicionalmente, deve ter em consideração os requisitos necessários para a abertura do espaço, sendo que, em Portugal, com a entrada em vigor da diretiva Licenciamento Zero, deixou de ser necessária licença para abrir um salão de cabeleireiro, assim como nem os profissionais que nele trabalharem são obrigados a ter carteira profissional.

Esta diretiva pressupõe que, se o local tiver uma licença de utilização para comércio/serviços e não realizar obras sujeitas a controlo prévio por parte da câmara municipal, pode instalar-se e iniciar a atividade, embora tenha de cumprir algumas imposições técnicas, descritas no Decreto-Lei n.º 10/2015 de 16 de Janeiro:

  1. Pé direito do espaço: mínimo 3 metros;
  2. Locais com permanência de pessoas terão de ser ventilados, seja por janelas ou ar condicionado;
  3. Obrigatoriedade de instalação sanitária que não comunique com os clientes;
  4. Paredes e pavimentos devem ser revestidos com materiais de fácil limpeza, ser resistentes e impermeáveis;
  5. As rampas de lavagem deverão ter água fria e quente e os seus tampos terão de ser de material lavável;
  6. Secadores e material elétrico terá de ser certificado;
  7. Tem de haver uma zona compartimentada, para que os utensílios possam ser lavados;
  8. É obrigatório haver utensílios e produtos para desinfeção de materiais cortantes e em contacto com a pele.

Conheça mais detalhes sobre o Licenciamento Zero.

7. Construa um equipa de profissionais e técnicos na área

A equipa deverá ser composta por cabeleireira(s), barbeiro(s), esteticista(s), entre outras funções relevantes. Esta escolha irá fazer toda a diferença no negócio, uma vez que serão estes profissionais que a prestar os serviços e a ter contacto direto com os clientes. Estes serão diretamente responsáveis por garantir a qualidade da experiência e a fidelização de quem usufrui do serviço.

De forma a facilitar e simplificar o acesso a cursos técnicos com formação obrigatória, o Decreto-lei nº 92/2011 estipulou que não é necessária a obter uma carteira profissional para cabeleireiro para desenvolver este tipo de atividades, embora seja essencial continuar a apostar na formação e na inovação destes profissionais;

8. Aposte na comunicação do cabeleireiro para atrair e acompanhar o feedback do seu público-alvo, mostrando-lhe o seu negócio.

Deve escolher estar presente nos canais que mais se adaptam ao tipo de negócio, como as redes sociais (Facebook e Instagram, principalmente), site próprio, Google My Business ou alguns meios tradicionais, como a participação e oferta de descontos em alguns eventos relacionados com esta área, como feiras de cosmética;

Por fim, deixamos-lhe uma dica: aposte em produtos naturais, ecológicos e cruelty-free, isto é, em produtos que sejam produzidos de forma sustentável, desde a escolha dos seus ingredientes e matérias-primas até às embalagens. Não só é uma forma de ajudar o ambiente, como também estará a prestar um serviço / experiência de valor acrescentado, face a outros concorrentes no mercado.

Por fim, chegou o momento de colocar em prática as suas ideias e seguir estas dicas para se tornar um empreendedor de sucesso e fazer a diferença neste setor!

Achou o artigo interessante?

Software de Faturação e POS desde 4.99€/mês sem limites.
30 Dias Gratuitos sem compromisso!

Sobre o Vendus

O Vendus é um programa de facturação certificado online que permite gerir uma loja em qualquer lugar pois funciona 100% na cloud. Como é um software POS online, permite faturar em segundos num restaurante, bar, cabeleireiro ou qualquer outro tipo de comércio.