Como abrir uma Empresa em 2021

Blog / Empreendedorismo / Como abrir uma Empresa em 2021
Como abrir uma Empresa em 2021

Como abrir uma Empresa em 2021 - O Guia completo, passo a passo

Se pretende abrir uma empresa em Portugal ou nunca pensou nessa hipótese por achar o processo complexo, trazemos-lhe um guia completo com um passo a passo para criar o seu negócio:

1 - Ter um plano de negócios completo

Antes de qualquer coisa, é essencial ter um plano de negócios que inclua uma análise de mercado (identificando o mercado onde vai atuar, qual a concorrência e as necessidades do seu público-alvo) e a explicação de toda a sua ideia e estratégia em detalhe (expondo qual a missão e proposta de valor e como se vai diferenciar da concorrência).

Adicionalmente, é imprescindível fazer uma análise financeira e de rentabilidade, indicando quais os custos fixos e variáveis que terá, de forma a perceber qual o investimento que necessitará e as fontes de financiamento a que poderá recorrer.

Existem alguns modelos e ferramentas que o podem ajudar a fazer o seu plano de negócios, como o Modelo Canvas, 5 forças de Porter, Marketing- mix, Triângulo de ouro de posicionamento, por exemplo.

2 - Procurar fontes de financiamento

Se não consegue financiar o seu negócio apenas com capitais próprios, a solução é recorrer a financiamento externo. Existem várias fontes de financiamento por entidades privadas ou por parte do estado:

    Pode obter mais informações no Portal do Financiamento e no Portal da Competitividade.

    3 - Que tipo de empresa será?

    É imprescindível decidir se quer criar a sua empresa sozinho ou de forma coletiva, conforme o que é mais vantajoso para si e para o negócio. Pode consultar o Código das Sociedades Comerciais para o ajudar.

    Singular:

    • Empresário em Nome Individual
    • Sociedade Unipessoal por Quotas
    • Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada

      Empresa coletiva:

      • Sociedade por Quotas
      • Sociedade Anónima
      • Sociedade em nome Colectivo
      • Sociedade em Comandita

        4 - Abrir a empresa presencialmente ou online

        Em Portugal já é simples e rápido criar a sua empresa. Pode fazê-lo presencialmente ou online.

        Abrir empresa presencialmente:

          Para criar uma sociedade unipessoal por quotas, uma sociedade por quotas ou uma sociedade anónima com um apoio personalizado, pode dirigir-se com os seus sócios aos Balcões Empresa na Hora, presentes nos Espaços Empresa, disponíveis em várias cidades portuguesas.

          Documentos necessários:

          • Nome da empresa : Pode escolher um nome “pré-aprovado” na lista de nomes que existe online ou no balcão ou, se desejar um nome que não se encontra na lista de nomes para a sua empresa, leve consigo um Certificado de Admissibilidade passado pelo Registo Nacional de Pessoas Coletivas (RNPC) com a aprovação do seu pedido.
          • Preparação do pacto ou ato constitutivo de sociedade : Deve selecionar um dos pactos sociais pré-aprovados disponíveis no portal da “Empresa na Hora”, ou na pasta de pactos facultada no local de atendimento, conforme a forma jurídica da empresa.
          • Declaração de início de atividade: É necessário designar um Técnico Oficial de Contas (TOC) ou escolher um da Bolsa de TOC’s disponibilizada ou pode também entregar a declaração de início de atividade assinada pelo TOC que escolher junto de qualquer serviço das Finanças. Tem um prazo de 15 dias após a constituição da empresa para o fazer.
          • Depósito de Capital social: Para concluir o processo, deve fazer um depósito do valor do capital social numa conta bancária aberta em nome da empresa no prazo de 5 dias úteis após a sua constituição ou entregar o valor do capital social nos cofres da empresa até ao final do primeiro exercício económico, se o capital social for em dinheiro.
          • Documento de identificação (Cartão de Cidadão, Bilhete de Identidade, passaporte ou autorização de residência) e Número de Identificação Fiscal (NIF).

            Custos de abrir uma empresa:

            • O custo do processo de criação da empresa no Balcão Empresa na Hora standard tablado é de 360€, que terá de ser pago nesse momento. No entanto, existem custos adicionais:
              • 200€ caso exista uma marca associada com uma classe de produtos ou serviços
              • 44€ se pretender adicionar mais uma classe, cada uma destas tem este valor adicional
              • 50€ por cada imóvel, quota ou participação social
              • 30€ por cada bem móvel
              • 20€ por cada ciclomotor, motociclo, triciclo ou quadriciclo com cilindrada até 50 cm3, até ao valor máximo estabelecido de 30.000€.

              Após este processo, terá acesso ao pacto da sociedade e registo comercial, código de acesso à Certidão Permanente de Registo Comercial, pelo prazo de três meses, código de acesso ao cartão eletrónico da empresa e posteriormente receberá o cartão em suporte físico e número de segurança social da empresa.

              Dispõe ainda de 30 dias, após esta data, para solicitar o registo do Registo Central do Beneficiário Efetivo.

              • Abrir empresa online:

              Hoje em dia já é possível criar a sua empresa de forma simples e online. Na página da Empresa na Hora pode realizar várias operações, como criar uma empresa, registar uma marca, obter certidões e outras tarefas. Para utilizar este serviço, todos os sócios devem ter Cartão de Cidadão e Assinatura Digital ativa ou o Certificado Digital, caso seja feito por advogado, notário ou solicitador.

              Os documentos necessários são semelhantes aos utilizados presencialmente.

              5 - Poderá então iniciar a sua atividade económica

              Ao iniciar a sua atividade económica, deverá perceber que investir nas pessoas certas é essencial para ter um negócio bem sucedido. Por isso, deve calcular também os custos associados a cada trabalhador, que incluem não só o seu ordenado mensal, como subsídios de férias e natal, subsídio de alimentação, segurança social e seguro para acidentes de trabalho, pelo menos.

              Também existem alguns impostos que deve ter em consideração, como: IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado), IRC (Imposto de Rendimento sobre Pessoas Coletivas), IRS (Imposto de Rendimento sobre Pessoas Singulares), TSU (Taxa Social Única), IS (Imposto de Selo), IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) e ISV (Imposto sobre Veículos).

              Adicionalmente, caso tenha uma empresa de atividade de natureza comercial, industrial ou agrícola, deve ter conta mais algumas obrigações como a declaração do volume anual de negócios às finanças através do modelo 22, o pagamento por conta e o pagamento especial por conta (PEC).

              Deverá também proteger a sua empresa de imprevistos, através dos seguros mais adequados ao seu negócio.

              6- Ter uma boa gestão é fundamental para ser bem sucedido

              Tendo a sua empresa já criada, é fundamental investir numa boa gestão e garantir que dispõe de sistemas apropriados para gerir o seu negócio, desde sistemas de contabilidade e gestão, de stock, faturação. Conheça o Plano Flex de apoio ao empreendorismo que o Vendus lhe oferece durante 3 meses, com um apoio na Faturação e gestão de stocks com estatísticas e utilizadores ilimitados. Saiba mais na página sobre o Apoio ao Empreendedorismo do Vendus.

              É também bastante importante que aposte na formação contínua da sua equipa e que acompanhe as necessidades e feedbacks do seu público-alvo.

              7 - Construa uma presença forte no mercado, através de:

              • Redes sociais: As redes sociais têm cada vez maior poder e é importante que esteja lá presente nas que mais se adequam ao seu negócio e que dinamize para estar mais próximo do seu público.
              • Plataforma de e-commerce: Com o crescimento do e-commerce, também é cada vez mais relevante que tenha uma plataforma eletrónica, como um site, onde possa realizar as suas vendas de forma rápida e simples.

                O Vendus Go! é um software grátis, simples e prático, integrado no Vendus, que tem como objetivo permitir criar e configurar rapidamente uma mini loja online onde poderá receber e processar as encomendas dos seus clientes facilmente, sem necessidade de contrato ou fidelização. É a solução ideal para novas, pequenas e médias empresas!

                • Google My Business: Por último, caso tenha um negócio com espaço físico, é importante que tenha uma conta no Google My Business criada, com as suas informações atualizadas, como horários de funcionamento, morada e entre outras.

                Como vê, não é tão complexo quanto parece abrir a sua própria empresa em 2021. Esperamos que o nosso guia o tenha ajudado a ganhar a coragem necessária para dar o passo seguinte. Se tiver alguma questão, o governo português disponibiliza um guia online completo para criar e gerir o seu negócio.

                Software de Faturação e POS desde 4€/mês sem limites.
                30 Dias Gratuitos sem compromisso!

                Sobre o Vendus

                O Vendus é um programa de facturação certificado online que permite gerir uma loja em qualquer lugar pois funciona 100% na cloud. Como é um software POS online, permite faturar em segundos num restaurante, bar, cabeleireiro ou qualquer outro tipo de comércio.