FBC

4 Dicas para Escolher o Melhor Programa de Faturação

4 Dicas para Escolher o Melhor Programa de Faturação

1. Identifique as suas Necessidades

Deve escolher um programa que se adapta às necessidades do seu negócio. Faça uma lista de todas as funcionalidades que o software de faturação deve ter para ir de encontro às suas necessidades. Aqui apresentamos alguns exemplos que poderá adaptar:

Questões Essenciais:

  • É intuitivo?
  • É económico?
  • A mensalidade/anuidade tem todos os custos incluídos?
  • Tem fidelização?
  • Permite impressão a partir de impressoras A4 e/ou térmicas?
  • Disponibiliza suporte ao cliente?
  • É um programa de faturação online ou é necessário instalação?
  • Permite migrar os dados?

Questões Relativas ao Tipo de Negócio:

  • O pacote inclui tudo ilimitado (documentos, utilizadores, etc)? Se não, de quantos necessito?
  • Posso utilizar em que dispositivos? Computador, telemóvel e tablet? Tem aplicação para Android e iOS?
  • Permite gerir stock?
  • Permite gerir compras?
  • Possibilita emissão de documentos através do POS e/ou Backoffice?
  • Se tem um restaurante: tem gestão de mesas e salas? Posso dividir conta?;
  • Se tem uma loja de roupa: permite gestão de tamanhos e cores?

    Opte por uma solução que esteja próxima das suas necessidades, certificando-se que escolhe o programa de faturação com as funconalidades mais adequadas ao seu ramo de negócio.

    2. Pesquise as opções existentes no Mercado

    Faça uma pesquisa das opções de sistemas de faturação existentes no mercado. Aconselhamos a que, para este processo:

    • Defina 4/5 condições obrigatórias que o software de faturação terá de ter (do ponto anterior);
    • Verifique se o software tem período trial gratuito (geralmente entre 14 e 30 dias) e se reúne essas características;
    • Confirme que o software escolhido é certificado pela Autoridade Tributária (AT).

    A certificação é obrigatória em Portugal. Se optar por utilizar um software não certificado sujeita-se a multa. Esta é fornecida pela Autoridade Tributária através da atribuição de um número identificativo aos programas que cumpram os requisitos legais em vigor. Por exemplo, o software de faturação Vendus tem o número de certificado 2230/AT. Consulte a lista completa de programas certificados pela Autoridade Tributária.

    3. Avalie todos os Custos

    Analise todos os custos, já que muitas vezes o preço dos programas de faturação não contempla atualizações ou assistência técnica. Tenha em conta o custo incial de aquisição, mas também o possível custo de updates e de manutenção futura (alguns softwares apresentam limitações nas funcionalidades). Compare os preços dos diversos programas de faturação certificados que está analisar e calcule o impacto económico que vai ter na sua empresa. Verifique também preços de funcionalidades extra que podem trazer benefícios adicionais ao seu negócio. Por fim, escolha como prefere pagar: pagamento único (paga e utiliza para sempre), pagamentos parciais (paga à medida que utiliza) ou uma conjugação dos dois?

    4. Avalie o Apoio ao Cliente

    É importante que opte por um programa de faturação certificado que disponibiliza apoio de qualidade. Facilidade de comunicação com o suporte, existência ou não de custos associados a esse apoio e a forma como lidam com o cliente são aspetos a ponderar quando quer adquirir um software de faturação.

    Para chegar às diversas soluções, pesquise no Google, procure opiniões em fóruns temáticos e aconselhe-se com pessoas que já tenham passado por este processo.

     

    Veja também:

    O Vendus é fácil e intuitivo. Além disso não existe qualquer compromisso ou fidelização.
    Tânia Ribas
    Experimentar Grátis


    Software de Facturação POS por € 10/mês sem limites.

    30 Dias Gratuitos sem compromisso. Utilize o seu computador e impressora atuais!

    Experimente 30 Dias Grátis