FBC

Saiba tudo sobre Taxonomias e o que implicam no SAF-T

Saiba tudo sobre Taxonomias e o que implicam no SAF-T

Taxonomias são códigos pré-definidos estruturados e fornecidos pela Autoridade Tributária em vigor desde janeiro de 2017. Estes códigos, com correspondência a uma ou mais contas do plano de contas do SNC, simplificam o preenchimento do Anexo A e do Anexo I da IES (Informação Empresarial Simplificada). As taxonomias são reportadas através do novo ficheiro SAF-T, em vigor a partir de julho de 2017.

A tabela de taxonomias, disponível na Portaria 302/2006 de 2 de Dezembro de 2016, aplica-se às seguintes entidades:

  • Microempresas que apresentem contas de acordo com a Norma Contabilística para Microentidades (tabela de taxonomia M - SNC);
  • Pequenas, médias e grandes empresas, que prestem contas ao abrigo da norma contabilística e de Relato Financeiro e das normas Internacionais de Contabilidade (tabela de Taxinomia S- SNC).

 

O que é o SAF-T?

É um ficheiro que contém informação referente aos documentos emitidos durante um determinado período de tributação. As empresas são obrigadas a entregar o ficheiro SAF-T, desde que exerçam atividade comercial, industrial ou agrícola em território português (até ao dia 20 do mês seguinte a que diz respeito, de acordo com o art. 3º do Decreto Lei nº 198/2012).

Desde julho de 2017, os dados devem ser exportados na versão SAF-T 1.04 (nova estrutura do ficheiro SAF-T já existente no Vendus).

Como submeter o SAF-T através do Vendus?

As empresas podem submeter o SAF-T das seguintes formas:

Veja também:

O Vendus é fácil e intuitivo. Além disso não existe qualquer compromisso ou fidelização.
Tânia Ribas
Experimentar Grátis


Software de Facturação POS por € 10/mês sem limites.

30 Dias Gratuitos sem compromisso. Utilize o seu computador e impressora atuais!

Experimente 30 Dias Grátis