FBC

Quais as Declarações a Entregar em Junho de 2018?

Quais as Declarações a Entregar em Junho de 2018?

Declarações a entregar até 11 de Junho

Declaração Mensal de Remunerações
As empresas devem comunicar, por transmissão eletrónica de dados, informações relativas a cada trabalhador: rendimentos e respetivas retenções de imposto, deduções efetuadas para contribuições obrigatórias para regimes de proteção social e subsistemas legais de saúde e quotizações sindicais, relativas ao mês de maio.

Declaração Periódica de IVA Mensal
Este é o prazo limite para entrega da Declaração Periódica de IVA mensal e respetivos anexos, referente a maio.

Declarações a entregar até 20 de Junho

Declaração Recapitulativa de IVA
No caso da empresa ter realizado transmissões intracomunitárias ou prestação de serviços em Estados membros, a Declaração Recapitulativa de IVA deve ser entregue até ao dia 20 de junho pelos sujeitos passivos do regime normal mensal (referente a maio).

E-fatura
Devem ser comunicadas as faturas emitidas em maio junto da Autoridade Tributária (saiba mais sobre a alteração em 2017).

Declarações a entregar até 30 de Junho

Restituição de IVA
Envio do pedido de restituição IVA pelos sujeitos passivos do imposto suportado, no próprio ano civil, noutro Estado Membro ou país terceiro, quando o montante a reembolsar for superior a € 400 (período não inferior a três meses consecutivos).

Outras Declarações

IES - Declaração Anual de Informação Empresarial Simplificada
A entrega desta declaração pode ser efetuada em março e prolonga-se até 15 de julho.

Pedido de Restituição de IVA
A enviar pelos sujeitos passivos relativamente ao ano civil anterior, desde que o montante a reembolsar seja igual ou superior a € 50 (até 1 de outubro).

Declaração Modelo 19
As entidades patronais que criem ou apliquem planos de opções, de subscrição, de atribuição em benefício dos trabalhadores, devem entregar esta declaração até 2 de julho.

Declaração Modelo 26
Contribuição especial do setor bancário com o apuramento dos saldos finais de cada mês (a entregar até 2 de julho).

Declaração Modelo 27
Contribuição extarordinária sobre o setor energético, com entrega até dezembro.

Declaração Modelo 31
Entrega pelas entidades devedoras dos rendimentos sujeitos a retenção na fonte a taxas liberatórias cujos titulares beneficiem de isenção, dispensa de retenção ou redução de taxa e sejam residentes em território português (até ao final do mês de julho).

Declaração Modelo 33
A ser entregue, por transmissão eletrónica de dados, pelas entidades registadoras ou depositárias de valores mobiliários (até ao fim do mês de julho).

Declaração Modelo 34
As entidades emitentes de valores mobiliários sujeitos a registo ou depósito em Portugal, devem entregar esta declaração até ao final do mês de julho.

Declaração Modelo 40
Deve ser entregue pelas instituições de crédito e sociedades financeiras, relativamente aos pagamentos efetuados no ano civil anterior, através de cartões de crédito e de débito ou por outros meios de pagamento eletrónico.

Em caso de dúvida ou de esclarecimentos mais pormenorizados consulte o Portal das Finanças.

Veja também:

O Vendus é fácil e intuitivo. Além disso não existe qualquer compromisso ou fidelização.
Tânia Ribas
Experimentar Grátis


Software de Facturação POS por € 10/mês sem limites.

30 Dias Gratuitos sem compromisso. Utilize o seu computador e impressora atuais!

Experimente 30 Dias Grátis