FBC

5 Passos para Mudar de Software de Faturação

5 Passos para Mudar de Software de Faturação

1º Escolher o software ideal

Certificado
O programa de faturação deve ser certificado pela Autoridade Tributária. Consulte a listagem completa aqui

Adaptado às suas necessidades
Verifique se se adapta às necessidades do seu negócio. Faça uma lista e compare com as respetivas funcionalidades de cada software. Consulte alguns exemplos:

  • Gestão de Stocks;
  • Gestão de Fornecedores;
  • Conta Corrente de Clientes;
  • Gestão de Tamanhos e Cores;
  • Gestão de Mesas (Restauração);
  • Relatórios sobre o negócio.

Na Cloud
Aconselhamos que escolha um software online (na cloud). São inúmeras as vantagens:

  • A subscrição é normalmente mais económico;
  • A informação fica guardada online de forma automática, não tendo de se preocupar com backups e perdas de informação;
  • Não requer instalações;
  • Poderá aceder à sua conta em qualquer local, desde que com acesso à internet.

Atualizações e Novas Funcionalidades

Por vezes, há custos extra "escondidos". Confirme que a subscrição é o único montante a pagar.

Contabilista

Em caso de dúvida, consulte sempre um especialista.

2º Equipamento compatível (em caso de POS)

Se tem uma loja, convém confirmar que o novo software se adapta ao seu equipamento. Verifique se é compatível com o/a seu/sua:

  • POS ou Computador;
  • Software: dependendo do seu software, poderá necessitar de compatibilidade com Windows, Linux ou Mac;
  • Impressora: provavelmente irá necessitar de uma impressora térmica (de talões). Deverá garantir que é compatível com o formato ESC/POS;
  • Gaveta de moedas: esta deverá ter uma ligação RJ11 (conexão à impressora térmica);
  • Pistola (leitor de código de barras): garanta que está devidamente configurada com o computador.

Caso o software não seja compatível, o seu equipamente poderá estar obsoleto. Pode fazer sentido mudar. Neste último caso, poderá pedir orçamentos, sem compromisso, a revendedores.

3º Guardar informação do seu software atual

Exportar os documentos, clientes, fornecedores e inventário
Exporte os dados preferencialmente em formato CSV. A maior parte dos softwares disponibilizam a exportação/importação em CSV, facilitando assim o seu trabalho. No entanto, é necessário formatar o ficheiro, colocando as colunas nos locais corretos. Poderá solicitar ajuda ao suporte.

Guardar arquivo de faturação por 10 anos
Segundo o artigo artigo 123.º do CIRC, deverá guardar os documentos em formato físico por 10 anos. Poderá, por exemplo, empacotá-los e deixá-los num armazém, arrumo ou garagem.

4º Iniciar atividade no novo software

Instale o software/Crie uma conta
Dependendo da solução escolhida, poderá ter de instalar o software no seu equipamento ou criar uma conta (no caso da cloud).

Inicie uma nova série
Confirme que esta nova série é diferente da anterior. O código da série aparece logo após a identificação do documento. No Vendus, por exemplo, para uma fatura emitida com o número FT 01P2017/1, o código da série é 01P2017.

Importar clientes, fornecedores e inventário
Importe os dados que exportou anteriormente e confirme que foram corretamente inseridos.

5º Configurar e personalizar a sua conta

Adicione fotos aos produtos para os identificar mais rapidamente, personalize o seu ponto de venda e configure as funcionalidades de que necessita (ex: Tamanhos e Cores). Assim o processo de venda é facilitado.

A nossa recomendação

No Vendus, software de faturação certificado na cloud, terá acesso a diversas funcionalidades direcionadas a retalho, restauração e serviços. Poderemos migrar os seus dados sem custos adicionais. Experimente grátis por 30 dias, criando uma conta.

Veja também:

O Vendus é fácil e intuitivo. Além disso não existe qualquer compromisso ou fidelização.
Tânia Ribas
Experimentar Grátis


Software de Facturação POS por € 10/mês sem limites.

30 Dias Gratuitos sem compromisso. Utilize o seu computador e impressora atuais!

Experimente 30 Dias Grátis