O que as Empresas podem fazer na Segurança Social Direta?

Blog / Fiscalidade / O que as Empresas podem fazer na Segurança Social Direta?
O que as Empresas podem fazer na Segurança Social Direta?

As empresas podem recorrer à Segurança Social Direta para realizar alguns serviços e obrigações do dia-a-dia. Saiba como aderir à Segurança Social Direta e quais os principais serviços disponibilizados nesta plataforma.

O que é a Segurança Social Direta?

A Segurança Social Direta é um canal online que permite que as empresas realizem um conjunto de serviços, sem terem de se deslocar a um balcão de atendimento presencial da Segurança Social.

Através da plataforma da Segurança Social Direta, as empresas podem realizar diversas operações, em qualquer momento e sem custos associados:

  • Consulta e alteração dos dados de identificação;
  • Cessação de atividade;
  • Alteração à estrutura do corpo gerente;
  • Comunicação da admissão de novos trabalhadores;
  • Comunicação da cessação da atividade de trabalhadores;
  • Consulta de dívidas em execução fiscal;
  • Contribuições e recebimentos da Segurança Social;
  • Consulta de Declarações de Remunerações;
  • Pedido e consulta de declaração de não aplicação de sanções;
  • Autorizações para consulta de situação contributiva;
  • Envio e consultas de documentos eletrónicos;
  • Autorizações para débitos diretos;
  • Gestão de taxas especiais;
  • Pedidos e consultas de declarações de situação contributiva;
  • Declaração de situação para subsídio de desemprego;
  • Consentimento a entidades públicas de consulta da situação contributiva;
  • Certificação da entidade empregadora para efeitos de requerimentos de maternidade/ paternidade;
  • Consulta de situação contributiva de entidades públicas;
  • Candidatura ao programa PARES;
  • Pedidos de esclarecimentos.

Como Aderir à Segurança Social Direta?

SSD1

O primeiro passo para aderir aos serviços online da Segurança Social é efetuar o registo na plataforma:

  1. Aceda ao site da Segurança Social Direta;
  2. Clique em Efetuar Registo;
  3. Insira o NISS – Número de Identificação da Segurança Social;
  4. Clique em Não sou um robô evalide a imagem apresentada;
  5. Preeencha os dados pedidos (nome da empresa, número de identificação fiscal e nome do responsável);
  6. Consulte e aceite a Política de Privacidade e Termos de Utilização;
  7. Atualize os contactos (telefone, telemóvel, email);
  8. Clique em Próximo Passo: Código.

A senha na hora é possível se a empresa tiver os contactos atualizados na Segurança Social. Com esta forma de registo, é enviado um código de verificação por SMS ou por email para ativação imediata da conta. Se não for possível, a senha pessoal é enviada pelos CTT para a morada confirmada, num prazo limite de oito dias.

Também é possível utilizar o cartão do cidadão para aderir à Segurança Social Direta:

  1. Aceda ao site da Segurança Social Direta;
  2. Ligue o Leitor de cartões e verifique se o software está instalado corretamente;
  3. Insira o cartão no leitor e clique no botão;
  4. Introduza o PIN de autenticação.

Sempre que aceder aos serviços que a Segurança Social Direta disponibiliza, utilize a senha facultada. Os serviços da plataforma estão disponíveis 24 horas, todos os dias da semana, exceto quando intervenções informáticas estão a decorrer.



Software de Faturação e POS desde 4€/mês sem limites.
30 Dias Gratuitos sem compromisso!

Sobre o Vendus

O Vendus é um programa de facturação certificado online que permite gerir uma loja em qualquer lugar pois funciona 100% na cloud. Como é um software POS online, permite faturar em segundos num restaurante, bar, cabeleireiro ou qualquer outro tipo de comércio.