FBC

Qual o Salário Líquido em 2017?

Qual o Salário Líquido em 2017?

Em 2017, o Salário Líquido ainda é afetado pela sobretaxa extraordinária e por outros cortes estatais. A sobretaxa é aplicada por escalões de acordo com os rendimentos:

  • 1º Escalão: rendimentos inferiores a 1.705€ (ou 2.925€ no caso de casais com um só rendimento) - não estão sujeitos sobretaxa em 2017;
  • 2º Escalão: rendimentos entre 1.705€ e 3.094€ estão sujeitos a uma taxa de 1,75% até ao mês de junho;
  • 3º Escalão: para rendimentos entre 3.094€ e 5.862€ a taxa é de 3% até novembro de 2017;
  • 4º Escalão: rendimentos superiores a 5.862€ são taxados a 3,5% até novembro de 2017.

Salário Líquido para Setor Público em 2017

Existem algumas características específicas a ter em conta para calcular o salário líquido no setor público em 2017:

  • A taxa de desconto para Segurança Social é de 11% (igual para setor privado);
  • Os descontos para o Imposto sobre Rendimentos (IRS) efetuam-se por escalões e dependem de vários fatores como estado civil ou dependentes (à semelhança do setor privado);
  • O desconto mensal para ADSE é de 3,5%;
  • O subsídio de alimentação mínimo é de 4,77€/dia (sofreu aumento de 0,25 cêntimos após 1 de agosto de 2017).Se ultrapassar este valor está sujeito a descontos, exceto se for pago em cartão refeição (até um valor máximo de 7,23€);
  • O subsídio de natal é pago da seguinte forma: 50% no mês de novembro e os restantes 50% em duodécimos ao longo dos 12 meses do ano;
  • O subsídio de férias é pago no mês de junho ou juntamente com a remuneração mensal do mês anterior ao gozo de férias.

Algumas restrições estão previstas no Orçamento do Estado para os funcionários públicos: congelamento de prémios de produtividade, cortes nas horas extraordinárias e reduções nas ajudas de custo.

Salário Líquido para Setor Privado em 2017

O setor privado também apresenta algumas especificidades relativamente ao salário líquido em 2017:

  • A taxa da segurança social é de 11% sobre o salário bruto;
  • A taxa de IRS varia de acordo com o salário bruto, morada fiscal, estado civil, número de dependentes e grau de deficiência (pode variar entre 0% e 45% de acordo com despacho nº 843-A/2017);
  • O subsídio de alimentação mínimo é de 4,77€/dia (como no sector público). Ao ultrapassar este valor está sujeito a descontos, exceto se for pago em cartão refeição (até um valor máximo de 7,23€);
  • Subsídio de férias e subsídio de natal podem ser pagos por inteiro, em duodécimos ou metade em duodécimos e o restante em meses previamente escolhidos (por exemplo, julho e novembro);
  • Prédios de produtividade e ajudas de custo variam de acordo com o contrato realizado e estão sujeitas a deduções.

Como Calcular o Salário Líquido em 2017

Para calcular o salário líquido em 2017 utilize a seguinte fórmula: Salário Bruto – Descontos = Salário Líquido

Ao resultado desta fórmula adicione o subsídio de alimentação (no mínimo 4,52€/dia em 2017) e os subsídios de férias e natal.

Veja também:

O Vendus é fácil e intuitivo. Além disso não existe qualquer compromisso ou fidelização.
Tânia Ribas
Experimentar Grátis


Software de Facturação POS por € 10/mês sem limites.

30 Dias Gratuitos sem compromisso. Utilize o seu computador e impressora atuais!

Experimente 30 Dias Grátis